Notícia SMZTO Holding de Franquias

A matéria foi publicada em 09 de outubro de 2012 no site Administradores. Confira abaixo a matéria na integra, ou clique aqui para ler a matéria completa no site.



Alguns nomes como Silvio Santos, Mark Zuckerberg, Raul Randon, Steve Jobs, chegaram lá


Quais as chances de sucesso de quem não tem curso superior? Depende. Alguns grandes executivos não tem diploma de formação universitária, mas é bom lembrar que esses bilionários são uma parcela mínima dos grandes nomes do mercado mundial.

Para o diretor geral da Trabalhando.com, Caio Infante, o mercado de hoje é diferente e os recentes casos de sucesso estão no ponto com, como os cases de Mark Zuckerberg, presidente do Facebook, Bill Gates e Steve Jobs. "Essas pessoas eram visionárias", diz.

O gerente de vendas da Michael Page, Zuca Palladino, acredita que para o empreendedor não é a formação acadêmica que vai guiar o sucesso, pois ele vai empreender na prática. "A vivência é um equilíbiro entre a teoria e a prática".

Aproveitando as oportunidades

Antigamente começar um negócio era mais difícil, sem as oportunidades da internet, das franquias, e os investimentos recebidos. No entanto, o diretor da Trabalhando.com, destaca que na época em que Samuel Klein, por exemplo, começou o seu negócio, as possibilidades eram melhores aproveitadas, com menor concorrência e até mais espaço físico para desenvolvimento de um negócio.

O fator sorte é creditado a muitos desses nomes, mas Infante acredita que a sorte de alguns desses empresários, "se é que podemos usar essa palavra", foi a de ter nascido em uma outra época, que não tinha tanta diversidade e os negócios não eram tão pulverizados. "Mas, somente sorte, talvez em 2% dos casos".

Segundo Infante sorte é a combinação de oportunidade e competência, a união desses dois acasos. "Tantas outras barraquinhas estavam ao lado do Silvio Santos e quem hoje é dono do SBT, entre outras coisas, é ele".

Raul Randon, do Grupo Randon, José Carlos Semenzato, do Grupo SMZTO Participações, holding de franquias multisetoriais, Eike Batista, Michae Dell, fundador da Dell, são alguns nomes que criaram impérios sem terem um dia recebido um diploma de curso superior.

Empreendedorismo ou carreira

"Se não for empreender, chegar a liderança em uma companhia, sem formação superior é mais difícil", avalia o gerente de vendas da Michael Page. Essas pessoas com marca empreendedora que começam em uma empresa e chegaram ao comando, são na maioria caso de herança familiar. Para ele, era comum, quando se trabalhava no negócio da família, muitas vezes não dar importância de investir em educação.

A cobrança da formação superior é maior principalmente em companhias multinacionais, acredita Palladino. "É preciso ter uma formação acadêmica, independente do caminho que vai seguir".

Tecnologia

Com o modelo atual de economia e sem investimento é mais difícil conseguir o sucesso desses grandes negócios que já explodiram. O diretor da Trabalhando.com lembra que nos últimos dez anos muitas coisas surgiram com a chegada da tecnologia. Por isso, ele acredita que quem consegue chegar lá tem o auxílio das ferramentas tecnológicas.

Regionalmente, Infante lembra de casos brasileiros como o do Magazine Luiza e do Ricardo Eletro. "Acho que os casos de sucesso talvez ainda venham do interior, é mais fácil ver quem começou com um negocinho e hoje tem um grande empreendimento". O on-line fez com que esses negócios ganhassem o mundo.


Fonte: http://www.administradores.com.br/informe-se/carreira-e-rh/quais-as-chances-de-sucesso-de-quem-nao-tem-diploma-universitario/63341/
Data de publicação: 09/10/2012

(11) 3049.0050 - SP

Seja um Franqueado